competencia_tres
 

Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

 Para um melhor desempenho na competência 3 da redação do Enem vamos conhecer (ou rever?) algumas estratégias.

Estratégia é uma palavra de  origem grega – strategia – que tem o sentido de planométodomanobras ou estratagemas usados para alcançar um objetivo ou resultado específico.

Originalmente, era usada  estritamente relacionada com a arte de fazer guerra. Com o passar do tempo, seu significado ficou mais abrangente.

De qualquer maneira, para alguns conseguir uma nota excelente na redação no ENEM é quase como uma guerra, não é?

Precisamos, portanto, de estratégias. Estratégias argumentativas  são recursos linguísticos usados para defender o posicionamento do autor , isso é , sua tese.

Vamos analisar cinco delas:

  1. Causas e consequências

Apresentar as causas e as consequências é uma das estratégias mais fáceis e eficazes. No rascunho, faça um esquema e anote os porquês do problema apresentado na proposta. Quais as suas causas?

Vamos exemplificar pensando no tema “As consequências da superexposição nas redes sociais”. Reflita sobre o que leva a pessoa a se expor tanto? Possíveis respostas: carência, baixa autoestima, busca de reconhecimento, modismos, falta de alguém para ouvi-la desabafar, dentre outras.

Quais seriam as consequências disso?  Susceptibilidade a críticas, cyberbullying, relaciona-mentos com pessoas de caráter duvidoso, ser alvo de sequestros ou de outros crimes, depressão quando não recebe atenção (curtidas), término de relacionamentos, demissões, dentre outros.

Depois, é só selecionar algumas e utilizá-las no desenvolvimento de sua redação.

  1. Exemplificação

É importante lembrar que os exemplos citados na dissertação devem ser de domínio público, isso é, devem ter sido divulgados nos meios midiáticos, não vale citar o que houve com seu vizinho.

Exemplificar transmite maior credibilidade ao que está sendo exposto no texto. Ainda sobre o tema “As consequências da superexposição nas redes sociais”, o autor da redação poderia citar como exemplo a perseguição de um fã que acompanhava todos os passos da apresentadora e modelo Ana Hickmann, que culminou com a morte dele.

 

  1. Argumento por alusão histórica

Essa estratégia é muito valiosa porque demonstra que o autor da redação tem conhecimento de mundo, sabe do que está falando. Ao fazermos referência a algum fato histórico podemos  comprovar o que estamos afirmando na dissertação. Esse recurso dá uma maior veracidade ao texto, já que ser conhecer história denota certa autoridade no assunto proposto. Comparar  o passado e o presente permite elaborar   uma  reflexão crítica em relação ao tema e impressiona o corretor..

Veja um exemplo retirado de um fragmento de uma das redações nota mil que foram divulgadas no GUIA DO PARTICIPANTE do ENEM:

“Durante, principalmente, a década de 1980, o Brasil mostrou-se um país de emigração. Na chamada década perdida , inúmeros brasileiros deixaram o país em busca de melhores condições de vida. No século XXI, um fenômeno inverso é evidente: a chegada ao Brasil de grandes contingentes imigratórios, com indivíduos de países subdesenvolvidos latino-americanos.”

 

  1. Argumento de autoridade

Para corroborar a tese nada melhor que provar que um especialista concorda com o que está sendo escrito. Dependendo do tema, a  citação pode ser de frases de psicólogos , médicos, cientistas, líder ou político, algum artista famoso ou algum pensador, enfim, uma autoridade no assunto abordado. A citação pode auxiliar e deixar consistente a tese. Não se esqueça de que a frase citada deve vir entre aspas.

Veja o exemplo de uma citação em uma redação  cujo tema é a televisão.

Conforme citado pelo jornalista Nelson Hoineff, “o que a televisão tem de mais fascinante para quem a faz é justamente o que ela tem de mais nocivo para quem a vê: sua capacidade aparentemente infinita de massificação”. De fato, mais de 80% da população brasileira tem esse veículo como principal fonte de informação e referência.

 

  1. Dados de pesquisas

É importante frisar que essa estratégia só deve ser usada quando se pode determinar a fonte .

Esse argumento  comprova  o que se afirma por meio de informações concretas, extraídas da realidade,isso é,  dados estatísticos, números. É um recurso que transmite maior confiabilidade ao texto.

 

“A aplicação de castigo físico a mulheres de ‘mau comportamento’ continua a ser vista como um dever e um direito da família. Uma pesquisa feita em 2008 com 4700 afegãs mostrou que 87% já tinha sido vítimas de espancamentos ou abusos sexuais e psicológicos – em 82% dos casos, infligidos por aparentes.” (Veja, 19 de maio, 2010.)

Agora, não tem mais desculpas para afirmar que não sabe o que escrever no desenvolvimento! É só utilizar essas estratégias, procurar se informar de tudo que está acontecendo no mundo, assistir a noticiários, ler muito, prestar atenção nas aulas de História, Filosofia e Sociologia, além, é óbvio,  das aulas de Língua Portuguesa e seu desempenho será excelente no ENEM!

Sucesso!

 

Escrito pela Professora Rosa Maria Ferreira Corrêa.

  • Natalia Teles

    Excelentes dicas

    • José Adenaldo

      Natalia, obrigado.

      Tem muito material exclusivo vindo por aí. Fica de olho nos meus próximos e-mails, ok?

      Grande Abraço.

  • Sarah

    Muito bom, ótimo material!

    • José Adenaldo

      Obrigado Sarah, fazemos isso para você.

      Ahh, tem mais material vindo por aí. Abra meus próximos e-mails. 🙂

      Abraço!

  • Andressa Santos

    A respeito dos dados estatísticos, dificilmente uso em minhas redações, pois não tenho facilidade para armazená-los em minha memória. Há alguma sugestão que eu possa aplicar? Ou seria melhor optar por outro tipo de argumento mesmo? Além disso, usar um ou dois dados dos textos motivadores interfere na nota? pois já vi redações que fizeram isso e que tiveram bom êxito. Desde já, agradeço

    • Gessica Coelho

      Bom dia Andressa Santos!
      Você pode sim usar um ou dois dados dos textos motivadores sem problema. 🙂

  • Lariane Figueiredo

    Muito bom!

    • José Adenaldo

      Lariane, muito obrigado pelo comentário.

      Fica ligadinha lá no e-mail que tem novos materiais exclusivos sendo preparados, ok?

      Abraço.

  • Gessica Coelho

    Quero saber se é bom usar no primeiro paragrafo do desenvolvimento uma ideia e usar no segundo paragrafo de desenvolvimento outra ideia .Por exemplo: Segundo Aristóteles ,o homem é um ser social.Assim,as redes sociais vem contribuindo para a formaçao de grupos e integralização deles no âmbito virtual. Por meio de audiovisuais,ha uma maior exposição das pessoas para com outras que,podem se conhecer ou nao.
    Em contrapartida,o fácil acesso a vida privada pode facilitar sequestros ou outros crimes …

    • Andressa Santos

      Olá, Gessica Coelho
      Acredito que você pode sim usar duas ideias, desde que elas formem uma conexão entre si, como no caso que você mencionou.

  • Maria Julia de Sousa

    Adorei! Essa é justamente a competência em que eu tirei a menor nota ( 60% ). Por isso, estou focando bastante nela. Sem esquecer das outras, é claro! Rsrsrsr… Ah! Gostaria de saber se posso enviar e-mails pra vocês quando tiver alguma dúvida pois sempre surge. Obrigada!

    • José Adenaldo

      Maria, boa noite!

      Obrigado pelo seu comentário e por fazer parte do Projeto Redação.

      Claro que pode me perguntar por e-mail.

      É só me mandar uma mensagem jose@projetoredacao.com.br

      Abraço, tenha uma excelente semana.

  • Brenda

    Júlio, o Projeto Redação é o melhor “cursinho online” que eu já conheci no quesito que diz respeito ao tipo de correção e ao modo sério com que isso é feito. Mas para melhorar, será que têm chances de haver um feedback com o corretor que avaliou a redação? Pois, às vezes, tenho certas dúvidas sobre a correção e que seria interessante poder perguntar ao corretor o porquê “disso ou daquilo outro” na avaliação. Enfim, é só isso mesmo. Valeu, vocês são fantásticos de qualquer forma.

    • Brenda, bom diia!

      Aqui é o José Adenaldo, sócio do Júlio. Você pode sim solicitar uma revisão da sua redação.

      Manda um e-mail para suporte@webscientia.com.br que nós vamos te ajudar, ok?

      Grande abraço,
      tenha uma ótima semana.

  • Adrielle Bastos

    a minha professora de redação do cursinho falou disso na ultima aula 😀 Eu uso muito causa e consequência, e apesar de ter tirado 60%(120) da nota nessa competência, ainda preciso melhorar muito. Amei as dicas, com certeza irei usar nas minhas redações. Vocês poderiam dar dicas para a competência 5.

    • Adrielle, obrigado pelo comentário.

      Vou continuar enviando conteúdo, ok?

      Grande abraço.

  • George Luduvice

    Muito Bom. Ajudou Muito!

  • Elaine

    Boa noite José… e Projeto Redação!
    Obrigada pelas dicas… E essa postagem foi muito útil! Deus abençoe vocês!

  • Yasmin Bezerra

    Amei. Muito obrigada!

  • Emanuelle

    Maravilhoso o/
    Gostei muito do material
    Obrigada mesmo☺😊