7 regras simples de Concordância Nominal.

7

A maioria dos estudantes, ao redigir os seus textos, apresenta problemas de concordância nominal, o que prejudica muito a nota da Competência 1, a qual avalia a adequação à norma padrão de escrita.

Pensando nessa dificuldade, hoje, iremos tratar desse assunto. Organizamos um material resumido com as principais regras de concordância. Então, vamos entendê-las?

Concordância nominal – relação entre nomes (substantivos e palavras que se associam a eles para caracterizá-los, como artigos, adjetivos, pronomes, numerais e verbos no particípio).

Regra 01

O adjetivo (classe gramatical que qualifica o substantivo) deve sempre concordar em gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural) quando se referir a um único substantivo.

Ex.: Os sapatos sujos denunciavam a fuga.
A menina estudiosa foi aprovada no vestibular.
O funcionário dedicado foi recompensado.

Regra 02

a) Quando o adjetivo se referir a vários substantivos, a concordância pode variar:

Com o adjetivo anteposto ao substantivo, ele deve concordar em gênero e número com o substantivo mais próximo.

Ex.: Encontramos jogadas as roupas e os sapatos.

Encontramos jogados os sapatos e as roupas.

Encontramos jogado o vestido e os sapatos.

b) Caso os substantivos sejam nomes próprios ou que indiquem parentesco, o adjetivo deve sempre concordar no plural.

Ex.: As divertidas Carla e Aline foram ao evento.

Conversei com os cativantes primos e primas da Laura.

c) Em caso de adjetivo posposto ao substantivo, ele deve concorda com o substantivo mais próximo ou com todos eles (masculino plural se houver substantivo feminino e masculino).

Ex.: O restaurante oferece comida e atendimento maravilhoso.

O restaurante oferece atendimento e comida maravilhosa.

O restaurante oferece atendimento e comida maravilhosos.

d) Caso os substantivos possuam o mesmo gênero, o adjetivo fica no singular ou no plural.

Ex.: O atendimento e o ensino diferenciado do Projeto Redação me levaram a escolher a plataforma.

O atendimento e o ensino diferenciados do Projeto Redação me levaram a escolher a plataforma.

Regra 03

Em expressões formadas pelo verbo ser + adjetivo, o adjetivo concorda com o substantivo se este for modificado por um artigo ou qualquer outro determinativo.

Ex.: Água é bom para o organismo.

A água é boa para o organismo.

Regra 04

O adjetivo deve sempre concordar em gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural) com os pronomes pessoais a que se refere.

Ex.: Eu os vi ontem tristes após o acidente.

Eu as vi animadas com a festa.

Regra 05

No caso das expressões formadas por pronome indefinido neutro (nada, algo, muito, tanto, etc.) + preposição DE + adjetivo, este último, geralmente, é usado no masculino singular.

Ex.: As meninas tinham algo de estranho.

Fomos ao parque e não vimos nada de divertido.

Regra 06

A palavra “só”, quando equivale a “sozinho”, tem função adjetiva e concorda normalmente com o nome a que se refere.

Ex: Renato ficou em casa.

Bianca e Carlos ficaram sós no escritório.

Regra 07

Quando um único substantivo é modificado por dois ou mais adjetivos no singular, podem ser usadas as construções.

Ex.: Admiro a cultura italiana e a japonesa.

Admiro as culturas italiana e japonesa.

Esperamos que, com essas regrinhas básicas, você consiga eliminar os problemas de concordância nominal em suas produções textuais. Para te ajudar, estude bastante, coloque em prática o conhecimento e produza!

Boa sorte!

Abraços e até a próxima!

REFERÊNCIA

Concordância Nominal. Disponível em: <https://www.soportugues.com.br/secoes/sint/sint59.php > acesso em: 06 FEV 2018.

Sobre o autor

Por julio

Leia também: