A importância da tese para a redação no ENEM

A

A tese, nesse tipo textual, consiste na defesa de um ponto de vista.

Podemos destacar dois pontos fundamentais para a construção do texto dissertativo-argumentativo: a defesa de uma tese e o convencimento do leitor, todavia esse primeiro ponto assusta muitos alunos, pois se atribui a ele um caráter científico e de ineditismo.

Quando não usar o hífen

Muitas vezes, o estudante pensa que será necessário elaborar uma tese inédita, algo que nunca tenha sido discutido antes, mas não é isso.

A tese, nesse tipo textual, consiste na defesa de um ponto de vista. Trata-se do posicionamento do autor, é aquilo que ele irá defender.

Essa posição precisa ficar clara, já na introdução de sua produção textual, pois o restante do seu texto lhe dará sustentação.

A associação

O estabelecimento dessa tese está associado ao tema.

Se o tema exigir uma posição contra ou a favor, de um lado ou de outro, a sua tese vai ter que indicar o seu posicionamento.

Se o tema não exigir isso, a sua tese estará na justificativa ou na explicação que você dará ao assunto.

O ponto de vista

O ponto de vista que será defendido é o que guiará toda a sua produção textual e é avaliado pela Competência II:

  • Introdução – apresentação da tese;
  • Desenvolvimento – defesa da tese (argumentação consistente e fundamentação);

Conclusão – retomada da tese a fim de ‘amarrar’ tudo o que foi apresentado;

 

Os argumentos

Por isso, antes de iniciar a sua produção textual, sempre estabeleça a tese que será defendida e, a partir dela, selecione os argumentos que irão sustentá-la, sempre levando em consideração aquilo que está sendo solicitado como discussão no tema.

Até mais!

___________________________________

Se ainda tiver dúvidas sobre as competências do ENEM, leia o artigo com a análise completa de uma Redação Nota 1000 do ENEM.

Quer melhorar a sua escrita? Acesse o site do Projeto Redação.

Sobre o autor

Julio Sousa

Macapaense de nascimento e goiano de coração. Fundador dos sites Rumo ao ITA, Futuro Militar, Projeto Medicina e Sistema Zeus.

Por Julio Sousa

Leia também: