Evite repetições utilizando pronomes, sinônimos, hiperônimos e hipônimos

E

Quem está se preparando para vestibulares, concursos ou processos seletivos, já deve saber que a produção textual é uma parte muito importante dessas provas. E, nesses casos, utilizar pronomes, sinônimos, hiperônimos e hipônimos é uma forma de evitar repetições que podem empobrecer o seu texto.

Imagine você lendo uma redação  que, constantemente, repete as mesmas palavras e ideias. Além de ser confuso para entender, provavelmente você acharia muito cansativo e interromperia a leitura, certo?

Gif de um um pato caindo no sono em cima de um caderno.

Por isso, veja a seguir o que são pronomes, sinônimos, hiperônimos e hipônimos e aprenda a utilizá-los para garantir uma nota boa na redação!

O que são pronomes?

Muito utilizados no nosso dia a dia, os pronomes são palavras que acompanham os substantivos e são utilizados para substituí-los, retomá-los ou se referir a eles. Além disso, eles são classificados em: pessoais, possessivos, relativos, demonstrativos, interrogativos ou indefinidos. 

Eles são um dos elementos que evitam a repetição de palavras, como veremos no exemplo a seguir:

A menina é uma aluna muito estudiosa. Com certeza, a menina entrará em uma boa universidade.”

Nesse caso, “a menina” é o termo que está sendo repetido, mas que pode ser substituído da seguinte forma:

A menina é uma aluna muito estudiosa. Com certeza, ela entrará em uma boa universidade.”

O que são sinônimos?

Outra forma muito prática de evitar repetições é usando os sinônimos. Ou seja, palavras que possuem o mesmo significado ou sentidos muitos semelhantes. Confira o exemplo:

Os alunos tiveram um ótimo desempenho no simulado. Por isso, os alunos receberão um prêmio.”

Aqui, “os alunos” é o termo que se repete. Porém, com o uso de sinônimo, pode ficar da seguinte forma: 

Os alunos tiveram um ótimo desempenho no simulado. Por isso, os estudantes receberão um prêmio.”

O que são hiperônimos e hipônimos?

Se você não se lembra muito bem desses termos, os hiperônimos são palavras que possuem um sentido mais genérico. Já os hipônimos são palavras que possuem um sentido mais específico.  

Veja o exemplo a seguir para entender melhor:

“O menino gosta muito de pássaros. Ele possui uma gaiola com papagaio, periquito e canarinho.”

No caso acima, “pássaros” tem um sentido mais amplo, sendo assim o hiperônimo. Já os termos “papagaio, periquito e canarinho” restringem as espécies de pássaros, dando um sentido mais específico. Por isso, eles são classificados como hipônimos.

Aprender sobre pronomes, sinônimos, hiperônimos e hipônimos é apenas uma das formas de evitar repetições exaustivas em seus textos. É importante que você também se dedique à leitura, busque por novas palavras nos dicionários e fique atento às informações que te cercam no dia a dia para aprender sempre novas palavras e seus contextos de aplicação.

Afinal de contas, é preciso enriquecer e ampliar o seu vocabulário para garantir uma boa nota nas suas produções textuais. 😉

E você sabia que isso impacta, e muito, a coesão e coerência da sua redação? Então veja o post do Projeto Redação sobre esse assunto para não perder pontos por bobeira na hora da prova!  

Sobre o autor

Ana Massêo
Por Ana Massêo

Leia também: