Entenda o que é e quais são os tipos de predicado

E

Se você está se preparando para o vestibular, muito provavelmente já estudou sobre as orações na escola, certo? Então, você também já deve saber que ela apresenta alguns elementos básicos, como o sujeito e o predicado. Por isso, hoje vamos falar mais sobre esse segundo elemento e explicar quais são os tipos de predicado.   

Mas, calma, se você não lembra muito bem sobre esse assunto e está um pouco confuso sobre esses termos, nós vamos te dar uma ajudinha!

Gif de uma lontra puxando o rabo de outra lontra para ajudá-la a sair da água.

O que é oração e o que é sujeito?

As orações são frases que apresentam um sentido completo e, obrigatoriamente, possuem um verbo ou locução verbal em sua composição. Além disso, elas possuem alguns elementos básicos, como o sujeito e o predicado. 

E entende-se por sujeito o ser sobre o qual se faz alguma declaração a respeito. Veja na prática: 

“Mariana e Camila estudaram muito para a prova de ontem.”

No exemplo acima, temos o verbo “estudar”, caracterizando essa frase como uma oração. Além disso, o ser sobre o qual se faz alguma declaração, nesse caso, é composto, sendo “Mariana e Camila” os sujeitos dessa oração. 

Então, no caso que vimos, se trata de um sujeito determinado composto, mas também existe casos com sujeito indeterminado e oração sem sujeito

Mas, como nosso foco hoje são os tipos de predicado, agora que já entendemos os outros conceitos necessários, bora falar sobre esse assunto!

O que é predicado?

Para começar, é importante entender o conceito, não é? Então, o predicado é a parte da oração que faz referência àquilo que acontece com o sujeito. Ou seja, ele é tudo o que não faz parte do sujeito e, obrigatoriamente, é composto por um verbo ou locução verbal. 

Vamos pegar o mesmo exemplo anterior: 

“Mariana e Camila estudaram muito para a prova de ontem.”

Como já falamos, “Mariana e Camila” é o sujeito dessa oração, logo “estudaram muito para a prova ontem.” é o predicado. Isso acontece porque essa é a parte que se refere ao sujeito e, também, é a parte composta pelo verbo. 

Pronto, agora que você já sabe o que é, vai ficar mais simples entender sobre os tipos de predicado!

Quais são os tipos de predicado?

Da mesma forma que o sujeito possui algumas classificações, o predicado também apresenta as suas, sendo elas: verbal, nominal e verbo-nominal.

Então veja a seguir tudo sobre os tipos de predicado: 

1. Predicado verbal

Começando pelo predicado verbal, ele nada mais é do que o tipo de predicado que possui o verbo como núcleo. E, nesse caso, é necessário que o verbo seja significativo (indique ações), podendo ser um verbo transitivo ou intransitivo. 

Vamos analisar a oração a seguir:

“A professora comprou um quadro novo.”

Sujeito: “a professora”;

Predicado verbal: “comprou um quadro novo.”

Nesse caso, o verbo “comprar” exprime a ação do sujeito e é o núcleo do predicado. 

Veja outros exemplos:

  • A menina gosta de brincar.
  • O chefe chegou de viagem.
  • A menina caiu.

2. Predicado nominal

Já o predicado nominal é aquele cujo núcleo é um nome que atribui características ao sujeito da oração, ou seja, um predicativo do sujeito. Além disso, ele é composto por um verbo de ligação.  

Observe a frase:

“A menina está feliz.”

Sujeito: “a menina”;

Predicado nominal: “está feliz.”

Aqui, o verbo apenas faz uma ligação entre o sujeito com o predicativo do sujeito. Ou seja, quem está feliz? A menina que, nesse caso, é o sujeito da oração. Dessa forma, o termo “feliz” é o núcleo do predicado, classificando-o como nominal.  

Veja a seguir mais exemplos:

  • Estou muito cansada.
  • O médico é muito atencioso.
  • A menina parece ansiosa.

3. Predicado verbo-nominal

Por fim, o último dos tipos de predicado é o verbo-nominal. Nesse caso, dois núcleos: um verbo significativo indicando uma ação do sujeito e um predicativo do sujeito ou do objeto, indicando uma qualidade do sujeito ou do objeto, respectivamente. 

Veja na prática: 

“A prova deixou a menina apreensiva.”

Sujeito: “A prova”;

Predicado: “deixou a menina apreensiva.”

Ou seja, no caso acima temos um verbo significativo “deixar”, mas também temos o termo “apreensiva” caracterizando o objeto direto “a menina”. Dessa forma, “apreensiva” é o predicativo do objeto e essa oração possui um verbo e um nome como núcleos.   

Confira outros exemplos:

  • O funcionário chegou estressado.
  • O time terminou o jogo cansado.
  • A menina chegou atrasada na reunião.

Pode parecer complicado, mas é só identificar quais são os núcleos para, então, classificar os tipos de predicado, entendeu? 😉 Não deixe de conferir também o nosso post sobre uso de preposições para tirar mais dúvidas de português!

Sobre o autor

Ana Massêo
Por Ana Massêo

Leia também: