Tire suas dúvidas sobre o uso de preposições

T

Quando pensamos na escrita de um texto, é muito importante que haja termos conectando as palavras, não é? Principalmente se você estiver se preparando para vestibulares, concursos ou processos seletivos em que sua produção escrita será avaliada por alguém. 

Se pegarmos o Enem, por exemplo, a competência I avalia se o candidato demonstra domínio da norma culta da língua portuguesa. Ou seja, nesse caso, o uso de preposição ajuda na construção do seu texto e deixa ele mais coeso.

O que é preposição?

Então, pensando na importância de uma boa conexão para garantir o compreendimento da sua redação por quem lê, as preposições são palavras que estabelecem relação entre dois ou mais termos da oração

Afinal de contas, de nada adianta você ter bons argumentos se não souber utilizá-los e relacioná-los de uma forma que garanta uma boa compreensão daquilo que você quer dizer. 

Por isso, separe o papel e a caneta para anotar tudo sobre o uso de preposições. Vamos lá? 

Gif de uma menina escrevendo em uma folha e falando “Okay, alright”.

Quais são os tipos de preposições?

Agora que já sabemos o que elas são e para que servem, a seguir vamos falar um pouco mais sobre o uso de preposições para que você não perca pontos na sua redação!

1. Preposições essenciais

As preposições essenciais são aquelas que sempre exercem a função de preposição, sendo elas:  a, ante, até, após, de, desde, em, entre, com, contra, para, por, perante, sem, sobre, sob.

Confira os exemplos:

  • Ela está estudando desde ontem a noite.
  • Os alunos só irão perante autorização. 
  • Os novos estudantes moram em outra cidade.

2. Preposições acidentais

Já as preposições acidentais são aquelas palavras que possuem outra classe gramatical, mas também podem exercer essa função. São elas: como, conforme, consoante, segundo, durante, fora, mediante, exceto, etc.

Veja na prática:

  • A professora agiu segundo as regras da escola.
  • Conversamos pouco durante a viagem.
  • Conforme previsto, os alunos entregaram as atividades.

3. Locuções prepositivas

Quando falamos em locução queremos dizer que há mais de um termo exercendo a função. Então, nesse caso, chamamos de locução prepositiva um conjunto de palavras com o valor de preposição. 

Podem ser elas: atrás de, a partir de, através de, embaixo de, a fim de, de acordo com, por causa de, longe de, perto de, ao redor de, junto a, ao lado de, apesar de, por trás de, acerca de, cerca de, em favor de, de conformidade com, diante de, etc. 

Alguns exemplos são: 

  • Os alunos estudam de acordo com o cronograma da professora.
  • Diante do exposto, tomaremos as medidas necessárias. 
  • As novas regras da escola entrarão em vigor a partir de hoje. 

4. Combinação e contração de preposições

Além dos casos já apresentados, alguns termos podem exercer o papel de preposição através da combinação e contração de palavras. 

Nos casos de combinação, temos, por exemplo: 

  • Vou aonde você for. (a + onde)
  • Nunca fui ao Japão. (a + o)
  • Refiro-me aos alunos. (a + os)

Já no caso da contração, alguns exemplos são:

  • O acervo da biblioteca é vasto. (de + a)
  • Chegou a hora dele ir embora. (de + ele)
  • Vou à escola. (a + a) 
  • Refiro-me àquilo que você disse. (a + aquilo)

Viu como o uso de preposições está muito ligado à nossa escrita diária? Praticamente em tudo que escrevemos aparece algum desses termos. Por isso, fique atento e pratique muito com os nossos temas para não cometer errinhos na hora da redação! 😉

Sobre o autor

Ana Massêo
Por Ana Massêo

Leia também: