As conjunções subordinativas

A

Na última semana, nós vimos a classificação e os usos das conjunções coordenativas, as quais são elementos que contribuem para o estabelecimento da coesão em sua produção textual. No post de hoje, trataremos de um outro tipo de conjunção, as conjunções subordinativas.

 

Conjunções subordinativas – ligam as orações subordinadas (que possuem relação de dependência).

 

 

INTEGRANTES

Iniciam uma oração que completa ou integra o sentido da oração principal.

QUE, SE Eu disse que ele não viria.
CAUSAIS

Introduzem uma oração subordinada que introduz uma causa.

VISTO QUE, QUE, PORQUE, JÁ QUE, UMA VEZ QUE, POIS, PORQUE, ETC. Já que estava chovendo, a escola cancelou o passeio.
CONSECUTIVAS

Iniciam uma oração que expressa consequência do que foi exposto na oração principal.

QUE (PRECEDIDO DE TÃO, TANTO, TAL, TAMANHO), SEM QUE, DE MODO QUE, DE FORMA QUE, ETC. Ele correu tanto que passou mal.
COMPARATIVAS

Introduzem uma oração que estabelece uma relação de comparação.

ASSIM COMO, MAIS QUE, MENOS QUE, COMO, TAL QUAL, QUE, DO QUE, ETC. Ela cozinha como sua mãe ensinou.
CONFORMATIVAS

Iniciam uma oração que exprime conformidade, que se coloca de acordo, com o que é expresso na oração principal.

CONFORME, SEGUNDO, CONSOANTE, ASSIM COMO, ETC. Conforme esclarecemos na última aula, a prova foi adiada.
CONCESSIVAS

Iniciam uma oração com ideia contrária à principal, mas que não impede sua realização.

POR MAIS QUE, AINDA QUE, MESMO QUE, SE BEM QUE, EMBORA, ETC. Mesmo que tenha se esforçado muito, não conseguiu me agradar.
CONDICIONAIS

Introduzem uma oração que exprime consequência ou condição para que o que foi expresso na oração principal se realize ou não.

CASO, SE, CONTANTO QUE, SEM QUE, A MENOS QUE, SALVO SE, ETC. Se você for à festa, não ganhará o seu presente.
PROPORCIONAIS

Iniciam uma oração que expressa um fato relacionado proporcionalmente a algo expresso na oração principal.

À MEDIDA QUE, À PROPORÇÃO QUE, QUANTO MAIS, QUANTO MENOS, ETC. À medida que ia crescendo, tornava-se independente,

Observe que, no que diz respeito a esse tipo de conjunção, a classificação é um pouco mais extensa, o que exige um pouco mais de estudo e de atenção, pois é comum o uso equivocado dessas conjunções, o que prejudica o encadeamento das ideias e o sentido pretendido.

Dessa forma, ao produzir o seu texto, pense no sentido e estabeleça a ligação entre as suas ideias, sempre evitando a repetição, com isso, você garante um nota mais elevada na Competência IV.

Sobre o autor

Julio Sousa

Macapaense de nascimento e goiano de coração. Fundador dos sites Rumo ao ITA, Futuro Militar, Projeto Medicina e Sistema Zeus.

Por Julio Sousa

Leia também: