Raio-X da Cartilha do Participante

R

Muitos candidatos não sabem, mas, todos os anos, o Ministério da Educação, juntamente com o INEP e o DAEB, divulga a Cartilha do Participante, na qual é apresentada a metodologia de avaliação da redação do Exame Nacional do Ensino Médio. Este documento é fundamental para que você compreenda tudo aquilo que será analisado e cobrado em seu texto.

Clique aqui e acesse a Cartilha de 2017

Para te ajudar a entender melhor este valioso documento, o Blog do Projeto Redação fez um raio-X de tal cartilha.

1. Algumas considerações

  • Será cobrado um texto dissertativo-argumentativo em prosa, sobre um tema de ordem social, científica, cultural ou política;

  • O texto será avaliado de acordo com cinco competências;

  • Você deverá defender uma tese (uma opinião sobre o tema), apoiada em argumentos consistentes, produzindo um texto coerente e coeso. Deverá elaborar também um proposta de intervenção para o problema;

  • A produção textual será avaliada por, pelo menos, dois corretores;

  • Cada corretor atribuirá uma nota de 0 a 200 a cada uma das cinco competências;

  • O texto será avaliado por um terceiro corretor quando houver discrepância de nota. Considera-se como discrepância diferença de mais de 100 pontos na nota final ou mais de 80 pontos por competência;

  • A nota final é a média das notas.

2) O que pode ocasionar nota zero ao texto

  • Fuga ao tema;

  • Não atendimento ao tipo dissertativo-argumentativo;

  • Texto com menos de 7 linhas escritas;

  • Cópia integral dos textos motivadores;

  • Desenhos e impropérios;

  • Parte desconectada;

  • Assinatura, nome, apelido, rubrica;

  • Texto em língua estrangeira;

  • Folha de redação em branco.

 

3) Matriz de referência

Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa

Serão avaliados os seguintes aspectos:

  • Convenções da escrita: acentuação, ortografia, separação silábica, uso do hífen e uso de letras maiúsculas e minúsculas.

  • Aspectos gramaticais: concordância verbal e nominal, flexão de nomes e verbos, pontuação, regência verbal e nominal e colocação pronominal.

  • Escolha de registro: adequação à modalidade formal, isto é, ausência de uso de registro informal e/ou de marcas de oralidade.

  • Escolha vocabular: emprego de vocabulário preciso, o que significa que as palavras selecionadas são usadas em seu sentido correto e apropriadas para o texto.

 

Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa

  • É preciso compreender o recorte temático;

  • É necessário escrever um texto dissertativo-argumentativo;

  • Evite escrever um texto de caráter expositivo (é preciso apresentar um ponto de vista e defendê-lo);

  • Utilizar informações de várias áreas do conhecimento para fundamentar e enriquecer o seu texto (informações históricas, sociais, culturais, econômicas, usar dados e citações).


Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista

  • É fundamental apresentar bem a tese e selecionar bem os argumentos que irão sustentá-la;

  • É preciso mostrar coerência entre as ideias e os argumentos;

  • O texto deve estar bem organizado a fim de mostrar um planejamento prévio, um projeto de texto;

  • A produção deve apresentar progressão temática;

  • Deve, ainda, mostrar adequação entre o conteúdo e o mundo real.

Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação

  • O texto deve ser muito bem articulado, mostrando interligação entre as ideias;

  • Esse encadeamento é garantido pelo uso de preposições, conjunções, advérbios e locuções adverbiais;

  • A conexão deve ocorrer dentro dos parágrafos e entre eles;

  • Deve-se evitar a repetição de palavras e expressões, além de ser necessário mostrar um excelente repertório de recursos coesivos.

Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos

  • A produção textual deve apresentar solução para o problema abordado, de forma coerente, isto é, articulada à discussão apresentada;

  • Deve apresentar uma ação interventiva, um ator social, um meio para executá-la, o efeito de tal medida e detalhamento da ação ou do meio;

  • Evite propostas vagas ou genéricas;

  • Apresente ações concretas.


4) Redações nota mil

 

Ao final da cartilha, você tem acesso a textos que atingiram a tão sonhada nota 1000 no Enem, todos comentados.

Então, aproveite o seu tempo de estudo e leia atentamente a Cartilha do Candidato.

Abraços!

Sobre o autor

Julio Sousa

Macapaense de nascimento e goiano de coração. Fundador dos sites Rumo ao ITA, Futuro Militar, Projeto Medicina e Sistema Zeus.

Por Julio Sousa

Leia também: