Coerência x Coesão

C

Olá! Tudo bem?

Hoje, iremos falar sobre dois aspectos que, com certeza, você já deve ter visto em algum momento de sua vida de estudos: coerência e coesão. Você sabe em que consiste cada um desses termos? Não? Então, vamos ver:

 

Coerência: está relacionada às relações de sentido estabelecidas no próprio texto e até mesmo na relação entre aquele que escreve e aquele que lê.

 

A coerência deve respeitar três princípios básicos:

  1. Princípio da não contradição: você não pode começar um texto defendendo um ponto de vista e passar para algo totalmente contrário, ou seja, não se pode ‘quebrar’ a lógica do texto;  
  2. Princípio da Não Tautologia: tautologia é um vício de linguagem que se dá na repetição de alguma ideia, utilizando palavras diferentes, isso significa que um texto, ao transmitir uma mensagem, não pode apresentar ideias e palavras que se repetem constantemente, pois isso pode prejudicar a compreensão;
  3. Princípio da Relevância: um texto deve sempre apresentar ideias e fatos relacionados entre si.

Portanto, para elaborar um texto coerente, ele não pode apresentar contradição, repetição de ideias e tudo o que for apresentado deve estar interligado, ou seja, deve ter relação. Além disso, é importante que as ideias expostas estejam dentro do contexto sócio-histórico para que faça sentido para o leitor.

 

Coesão: é a ligação entre as ideias apresentadas no texto.

 

A coesão pode se dar por:

  1. Referências e reiterações: se dá a partir de recursos que antecipam ou retomam algo na produção textual, isto é, elementos anafóricos (que se referem a algo já exposto) e catafóricos (que fazem referência a algo subsequente);
  2. Conectores: uso de preposição, conjunção, advérbios, locuções adverbiais;
  3. Correlação dos verbos: ordenação lógica do texto a partir da utilização dos tempos verbais;
  4. Substituições lexicais: quando há a substituição de uma palavra por outra, como os casos que citamos no post anterior;

 

Sendo assim, fique atento ao produzir um texto, pois ele deve sempre ser coerente e apresentar recursos coesivos. Lembre-se de que a Competência IV da prova de redação do Enem avalia justamente o repertório e o uso dos recursos coesivos.

Até mais!

Sobre o autor

Julio Sousa

Macapaense de nascimento e goiano de coração. Fundador dos sites Rumo ao ITA, Futuro Militar, Projeto Medicina e Sistema Zeus.

Por Julio Sousa

Leia também: